Minha experiência com PRK (atualizado em 26/05/2011)

Compartilhar/Favoritos

Há alguns dias (24/03/2011) finalmente passei pela cirurgia refrativa chamada PRK.

Li alguns relatos muito valiosos de pessoas que passaram pela mesma experiência e resolvi compartilhar a minha também. Espero que seja mais uma oportunidade para comparar as experiências, pois algo muito interessante que aprendi é que cada um realmente tem experiências diferentes. Comigo está sendo ainda mais claro, porque meus olhos estão se recuperando em ritmos muito distintos.

A PRK é irmã chata da LASIK. Embora ambas sejam baseadas na alteração da forma da córnea com laser, há diferenças importantes que refletem bastante na fase de recuperação. A técnica PRK, no meu caso, foi escolhida pelo médico por conta da espessura da minha córnea. Uma diferença entre as duas técnicas é que com a LASIK, o cirurgião abre uma “tampa” da córnea e após a aplicação do laser, a recoloca no local. Ela então serve como um curativo natural. Na PRK, o laser é aplicado sem a abertura da córnea, apenas com a raspagem do epitélio que a recobre. Assim, é necessário ficar com uma lente de contato por uma semana após a cirurgia (ou mais, como verão). As diferenças entre as técnicas aparentemente refletem bastante na fase de recuperação. Vou expor um pouco da experiência por que passei.

Fiz minha cirurgia no HOB em Brasília. Meu irmão e cunhada já haviam sido operados pelo mesmo cirurgião e tiveram bom resultado. Esta foi a minha principal referência.

Antes da cirurgia

Entre a primeira consulta e a cirurgia se passaram 7 dias. Na consulta já fiz os exames necessários e o médico analisou as informações e escolheu a PRK. Ele me encaminhou para a marcação e acabei tendo dúvidas que tive que esclarecer em outra consulta. Caso tivesse acertado tudo no primeiro dia, provavelmente poderia fazer a cirurgia no dia seguinte.

Resolvi fazer a PRK personalizada. A personalizada em geral minimiza efeitos posteriores de aberrações na córnea, que aparecem principalmente a noite. É caro, mas provavelmente estes serão os últimos olhos que terei e quero dar o melhor para eles!

Dia da cirurgia (24/03/2011)

Cheguei no HOB às 15h40, e logo fui para a sala esperar ser chamado. Fui então chamado e entrei em outra pequena sala onde havia mais 3 pessoas sendo preparadas. Pediram para eu lavar o rosto com sabão e logo em seguida, colocar uma toca, proteção nos pés (por cima dos tênis mesmo) e uma espécie de camisa por cima da minha roupa. A cada 10 minutos aproximadamente uma pessoa entrava na sala de cirurgia e mudávamos de cadeira (sim, tipo linha de produção) para ficar na ordem. A enfermeira explicou que isso serve para evitar erros.

Enquanto esperávamos, a enfermeira pingava o colírio anestésico algumas vezes. É possível perceber o efeito dele rapidamente. As pálpebras ficam um pouco mais pesadas e dá para perceber uma pequena dormência no olho. Nada que incomode – na verdade achei bem legal.

Ao entrar na sala de cirurgia, havia um time bem organizado. Um começou a pingar colírios comigo ainda em pé. Em seguida fui colocado deitado ao lado da máquina com o cirurgião ao lado da minha cabeça. Os auxiliares já colocaram uma proteção em um olho e preparavam rapidamente o outro para a cirurgia. Neste momento a coisa é meio assustadora, porque há várias pessoas caladas fazendo um trabalho rápido e fiquei sem saber bem o que se passava. Colocaram aquele aparelho para deixar o olho aberto, pingaram colírios. Então o cirurgião começou a raspar algo em cima do olho (pelo que entendi depois, aparentemente era a retirada do epitélio). Não sentia dor nenhuma, apenas via as coisas borradas acontecendo. Após a raspagem teve mais colírio e então o laser foi colocado acima do meu olho. Conseguia ver a luz guia. Fiquei olhando fixamente para ela. Então começou a aplicação do laser. São vários pulsos e é possível ver algo piscando, como uma luz forte mas muito rápida. Mesmo com a anestesia, podia sentir algo semelhante a uma pressão no olho a cada pulso. Não doía. Agora vem o detalhe que assusta alguns: há sim cheiro de queimado, aquele de sapecado mesmo… É discreto, mas um cheiro como esse sabe chamar a atenção. Achei curioso. Assim que terminou deu para perceber a lente sendo colocada e (não lembro bem) mais algumas gotas de colírio. Retiraram os adesivos e o aparelho que forçava o olho aberto. Pude então piscar normalmente. Aquele olho estava pronto.

Depois de fazerem o mesmo com o outro olho, a enfermeira me ajudou a levantar e fiquei uns 2 minutos aguardando em uma sala ao lado.

A visão estava ofuscada e um pouco borrada, mas conseguia identificar tudo normalmente. Não sentia dor alguma.

Não sei se tudo isso durou mais de 10 minutos.

Um médico apareceu, observou meus olhos com um microscópio e me passou um anti-inflamatório e um ansiolítico (para dormir melhor quando chegasse em casa) e fui embora.

Em casa pinguei os colírios e tentei dormir. Em algum tempo comecei a sentir um pouco de desconforto, um pouco de fotofobia e uma pequena ardência nos olhos, mas nada que incomodasse muito. Fiquei umas 6 horas deitado com os olhos fechados e cochilei um pouco. A noite levantei para comer e até assisti um pouco de televisão.

A propósito, os colírios são:

  • PredMild: 4 vezes ao dia até o décimo-quinto dia (depois muda o regime)
  • Vigamox: 4 vezes ao dia durante 7 dias
  • Acular LS: 4 vezes até o quarto dia
  • Oftane: 6 a 8 vezes ao dia

Para dor, me passaram Tylex 30mg.

Dia 1 (25/03/2011): por que não fiz isso anos atrás?!

O primeiro dia após a cirurgia foi tranquilo. A visão estava boa, com muito pouco embaçamento. Luzes incomodavam um pouco, o que não me atrapalhou muito porque fiquei o tempo todo com óculos escuros. Dentro de casa, deixei as janelas fechadas.

A dor não era forte. Era uma sensação de olho ressecado com uma ardência relativamente leve. Ela causava um pouco de lacrimejamento. Para onde ia, levava aqueles lencinhos da papel bem finos. Parecia muito com o incômodo que sentia quando teimava em usar uma lente de contato por muito mais tempo do que devia.

A noite fui à primeira revisão. No olho direito, minha visão estava 100%. No esquerdo, não estava perfeita mas ainda muito boa.

A médica que me atendeu fez algumas observações importantes e explicou melhor sobre alguns cuidados.

Explicou o motivo da obrigatoriedade de óculos escuros sempre que sair de casa. Os raios ultra-violeta afetam a cicatrização do olho, podendo causar uma espécie de super-cicatrização, deixando a visão permanentemente opaca.

Disse também que a visão pode piorar nos primeiros dias da recuperação, pois o epitélio vai cicatrizando de fora para dentro.

Mas o mais importante foi dizer que normalmente o dia mais sofrido para a recuperação é o segundo, e não o primeiro. Recomendou então que eu não deixasse de tomar o analgésico que haviam prescrito. Foi uma dica importante porque evitou que eu fosse para a emergência do HOB no dia seguinte…

Dia 2 (26/03/2011): botaram arame enferrujado nos meus olhos!

Um inferno… Acordei com a visão embaçada com todo o tipo de bizarrice imaginável. É difícil de descrever porque não é nada que ocorra normalmente. Foi algo parecido com usar óculos molhado (tente usar óculos no chuveiro) ou ainda um plástico transparente amassado na frente dos olhos. E não importa se os objetos estão longe ou perto: os efeitos são os mesmos.

E a dor… Ainda era a tal ardência, mas muito mais forte do que no primeiro dia. Meus olhos ficaram bem vermelhos. A única forma de diminuir a dor era mesmo deixando-os fechados e me entupindo de Tylex. Resultado: passei a maior parte do dia dormindo.

Dia 3 (27/03/2011): vapor de chuveiro

Já na madrugada do segundo para o terceiro dia, quando acordei para pingar os colírios, notei que minha visão havia melhorado bastante.

Acordei as 10h para pingar os colírios novamente. Meu olho esquerdo quase não ardia mais. O direito ainda incomodava, mas bem menos que no dia anterior. Pinguei os colírios, tomei o analgésico e voltei a dormir. Levantei novamente às 12h sem ardência no olho esquerdo e muito pouco no direito.

As bizarrices da visão diminuíram bastante mas outro efeito apareceu. Agora há um efeito de névoa bem discreto.

Resumindo: a ardência e sensação de corpo estranho diminuiu bastante mas ainda existe; os efeitos de halo e visão dupla diminuíram bastante a ponto de conseguir ler e escrever no computador com a fonte um pouco aumentada; apareceu uma névoa discreta na visão. Até agora estes desconfortos estão tranquilamente suportáveis.

Dia 3 – 18h

A visão aparentemente melhorou um pouco entre as 12h e 18h, mas não tenho certeza. No olho esquerdo não sinto incômodo algum mais, a ponto de olhar no espelho para ver se a lente está mesmo lá. O direito ainda incomoda, quase na mesma intensidade de hoje mais cedo. Às vezes dá um tempo e depois volta a incomodar. Acabei de tomar o Tylex.

Dia 4 (28/03/2011): volta ao planeta Terra

A visão está melhor do que o dia anterior e o incômodo também. Na verdade hoje foi o dia do olho esquerdo incomodar. Acordei sem problema algum. Quando estava me arrumando para trabalhar começou uma sensação de algo (um cílio, por exemplo) no olho. Olhei no espelho para procurar algo lá e nada, só o olho e a lente. Aos poucos começou a parecer que haviam jogado um pedaço de arame lá dentro. Com o tempo e algumas gotas de Oftane a coisa parou.

Fui trabalhar e ao longo do dia o incômodo voltou umas 3 vezes mais. Percebi que o esquema era fechar o olho e deixar lacrimejar um pouco. Com a lubrificação, melhorava em uns 2 ou 3 minutos.

Ah! A névoa continua forte. Liguei para o HOB e a assistente do cirurgião me afirmou que embaçamento e névoa são comuns. Do embaçamento eu sabia, mas da névoa, não. Os artigos na Internet me fizeram ficar preocupado com o tal Haze Corneano, e por isso perguntei várias vezes se o que estou vendo é normal mesmo. Repetidamente ela respondeu que sim.

Em resumo: o incômodo é muito menor que o de ontem, mas ainda há. Agora mesmo estou com uma sensação de algo no olho direito, mas bem fraca. Comparado aos dias anteriores, não é nada.

No trabalho consegui já usar o computador. Como a visão está embaçada, tive que aumentar as letras em algumas situações ou me aproximar um pouco mais do monitor. Alternei o uso de óculos escuros no trabalho também.

Acabei de pingar minhas últimas gotas de Acular LS.

Lembrei de um detalhe importante: a qualidade da visão vai mudando ao longo do dia. Em algumas horas ela pode piorar ou melhorar. Obviamente não é nada exagerado. Consigo notar ao mexer com computador.

Dia 5 (29/03/2011)

Nenhuma novidade importante. O olho esquerdo continua incomodando um pouco. Ele atrapalhou 2 vezes durante o dia. O restante ficou exatamente no mesmo.

Dia 6 (30/03/2011)

Pela experiência do dia anterior, não esperava novidades no dia 6. Senti uma piora discreta no embaçamento e na névoa.

Novamente o olho esquerdo incomodou. Na primeira vez, lá pelo meio-dia, parei, pinguei Oftane e deixei ele fechado por um tempo. O incômodo passou. O problema é que lá pelas 16h30 ele voltou. Comecei a ficar preocupado e resolvi dar uma passada no HOB. Não era uma dor forte. Parecia o que já havia acontecido no segundo e terceiro dias. Só que eu esperava que ao menos esse tipo de coisa fosse diminuindo, e acabou se mantendo.

Bom, resolvi fazer uma consulta mais para ficar com a consciência limpa, me tranquilizar.

Fui atendido por um oftalmologista da equipe do meu cirurgião. Ele examinou meus olhos e fez perguntas adicionais sobre o uso dos colírios, etc, etc. Segundo ele, está tudo normal. Aproveitei para perguntar sobre a névoa que estou vendo. Então ele explicou com mais detalhes o processo de cicatrização, o que foi bastante esclarecedor.

Ele deu mais explicações sobre os efeitos visuais que estão ocorrendo comigo. Após a cirurgia, os olhos começam a criar uma “casca” por cima do local “destruído”. A lente serve como um curativo para a formação dela. Esta casca se forma rapidamente e é irregular, o que causa todo o tipo de efeito. Ela serve como proteção enquanto outro processo mais lento ocorre em paralelo. Este último é o que forma as camadas definitivas do epitélio. Após a retirada da lente, a casca vai sendo removida aos poucos. Um dos processos que a remove é o piscar dos olhos. Bom, isso me deixou mais tranquilo sobre os efeitos visuais. Disse também que na verdade a coisa geralmente vai piorando até o sétimo dia.

Outra coisa que achei interessante foi a explicação sobre a diminuição da lubrificação nos olhos. Nossos olhos têm terminações nervosas que identificam quando eles estão secos. Eles então geram informações para a produção de lágrimas. E adivinhe onde tem bastante dessas terminações… bem na frente, onde torram. Assim, o PRK acaba destruindo um monte de terminações. O aviso de que o olho está seco não é enviado, as lágrimas ficam guardadas e o olho continua seco. Após a cirurgia, as terminações são restauradas aos poucos. Não lembro bem dos números, mas a maior parte das pessoas se recupera em até 6 meses, mas para alguns mais azarados pode demorar até 1 ano.

Não espero novidades no dia 7. Se tiver, escrevo algo. Caso contrário, só o dia 8, quando irei tirar as lentes.

Dia 7 (31/03/2011)

Infelizmente teve novidade sim. Acordei com o olho me incomodando mais do que antes. Fui trabalhar mas lá pelas 16h não aguentei e resolvi ir ao HOB novamente. No dia anterior, o incômodo vinha e passava. Hoje, acordei com ele e não passou.

Lá no HOB fui atendido por outra médica, muito atenciosa. Ela examinou meus olhos e não encontrou nada de anormal no olho esquerdo. Resolveu então trocar a lente. Disse que estava bem suja, o que é normal. Ao retirá-la, o olho ardeu bastante. Para colocar a nova, teve que pingar anestésico. Pediu que eu voltasse a usar o Acular apenas no olho esquerdo porque é um analgésico. A retirada definitiva está marcada para o dia seguinte. Disse que talvez tenha que esperar mais um pouco, mas pediu que fosse para a retirada no dia seguinte mesmo assim para avaliação. A visão com ele continua bem embaçada, para longe ou perto.

Tem também uma notícia boa. Após examinar o olho direito, disse que estava totalmente preparado para ficar sem a lente. Ao contrário do outro olho, a retirada foi tranquila. Incomodou muito pouco e segundos depois já era como se nada tivesse acontecido com ele. E a visão está bastante satisfatória! Nítida, limpa, sem o efeito de névoa que me preocupava. No entanto notei uma espécie de sombra no lado esquerdo de objetos claros com fundo escuro. Não cheguei a comentar com a médica porque não havia notado antes de sair do consultório.

Parece que o ressecamento irá incomodar no olho direito. É possível perceber nitidamente. Mas parece bem suportável e nada que me tire a atenção.

Este era o último dia também do Vigamox. Ela me esclareceu que o Vigamox deve ser usado até a retirada da lente. Portanto, continuo então usando todos os colírios no olho esquerdo e apenas o PredMild e Oftane no olho direito.

Dia 8 (01/04/2011)

Olho esquerdo dando trabalho ainda… menos do que o dia anterior, mas ainda assim atrapalhou. Na madrugada acordei com dor e ele lacrimejou bastante. Alguns minutos depois a dor passou. Imaginei que pudesse ser causada pelo ressecamento, pois senti o olho direito bastante seco também e após alguns poucos minutos lacrimejando ela passou. Mais tarde criei uma nova teoria para a dor.

Acordei com o olho esquerdo incomodando um pouco, mas muuuuito menos do que no dia anterior. Era como se um cílio estivesse dentro, mas um bem pequeno. Não fui trabalhar para deixar as coisas mais tranquilas.

Lá pelas 10h fui deitar e logo notei o que pode ter causado a dor na madrugada anterior. Ao me espreguiçar (!!) fechei o olho bem forte e senti a lente se deslocar um pouco. Quando isso aconteceu, veio a dor. Com os olhos ainda fechados, movi ele para os lados e a lente voltou ao lugar. Aos poucos a dor passou. A sensação foi idêntica à da madrugada. Engraçado que não tinha acontecido desse jeito antes (nos dias 1-7). Aí veio outra teoria: em um relato que li na Internet, parece que a lente gruda um pouco no olho. Alguém mencionou que foi difícil retirar a lente por conta disso. Como havia trocado ela há poucas horas, provavelmente estava bem solta ainda. Bom, é só uma teoria sem base :).

Às 18h fui finalmente retirar a maldita lente do olho esquerdo. Após examinar o olho, a médica disse que ainda não era completamente seguro retirá-la pois existia ainda uma pequena parte que não estava “pronta”. Fiquei de voltar na segunda-feira, dia 4. Foi muito chato saber que iria ficar com esse negócio o final de semana todo. Tive que me acostumar com a ideia.

A visão está na mesma: o olho direito boa e o esquerdo bem embaçado. Há ainda aquela “sombra” na visão do olho direito.

Dia 9 (02/04/2010)

Ao abrir os olhos pela manhã, veio uma sensação muito boa porque dava para perceber uma nítida melhora na visão do olho esquerdo. Ainda está embaçado, mas melhorou.

Ainda há a sensação de algo incomodando no olho, aquele incômodo de lente apenas, sem dor.

A visão dele piorou um pouco do longo do dia. Creio que seja por conta da diminuição da luz do dia, o que aumenta o raio da pupila e acaba pegando mais área da córnea. Mais uma vez criando teorias sem base nenhuma… é bom para passar o tempo.

Saí a noite e fiquei bastante tempo na rua. Era estranho ter a visão boa com um olho e embaçada com o outro. Olhava alternadamente a mesma coisa com o olho e depois com outro para comparar.

Dia 10 (03/04/2011)

Visão do olho esquerdo melhorando. É animador. O incômodo continua o mesmo. No olho direito, tudo no mesmo.

Amanhã irei novamente ao HOB para retirar a lente… assim espero.

Dia 11 (04/04/2011)

É difícil gostar de segundas-feiras, mas acordei animado porque iria retirar a maldita lente à tarde.

A animação não durou muito…

A oftalmologista pingou um pouco de colírio anestésico e retirou delicadamente a lente com uma pinça. Em seguida, começou a examinar meu olho com o microscópio. Enquanto examinava, podia ouvir dela um ou outro “hmmmm”, que eram traduzidos por minha cabeça em “não estou gostando disso”. Pedia para piscar. Eu piscava. Pelo olho direito, podia ver o canto da boca dela fazendo aqueles movimentinhos involuntários que confirmavam a minha tradução (se ela ler isso, acho que vai rir um pouco).

Ela então me explicou o que havia acontecido. Me disse que o epitélio havia coberto o meu olho todo, o que era esperado, mas que em uma parte do olho ele estava solto. Ao piscar, ele se movimentava, sem aderência. Ela refletiu um pouco me disse que achava melhor retirar aquela parte do epitélio e recolocar a lente. Não preciso dizer que fiquei frustrado com aquilo, pois havia retirado sem problemas a lente do olho direito no dia 7 após a cirurgia.

Após ir atrás de uma segunda opinião, ele resolveu fazer mesmo o que havia dito. Achei a busca por esta segunda opinião bem interessante, pois me passou a sensação de que no HOB há trabalho em equipe.

Ela pingou mais umas gotas do colírio e com cotonete foi retirando o epitélio. Após retirá-lo, colocou uma lente nova e voltou a examinar o olho. O colega que deu a segunda opinião também examinou e pareceu satisfeito com o resultado. Ele aproveitou e me deu um atestado por 3 dias para usá-lo se necessário.

Comecei a prestar mais atenção na tal “sombra” na visão do olho direito e percebi que na verdade não é sombra, mas sim uma visão dupla. É possível perceber muito bem com objetos claros em fundo escuro. Uma versão translúcida do objeto aparece um pouco abaixo e a esquerda do “original”. É bem bizarro.

A tarde estava de volta ao trabalho. No início quase não sentia mais incômodo no olho, mas isso mudou… e muito. As horas passaram e começaram a jogar pequenos pedaços de vidro no meu olho. Ao menos era o que sentia. Tive que ir para casa, não sem antes entregar o atestado e avisar que provavelmente não iria trabalhar no dia seguinte.

Ao chegar em casa, não conseguia fazer nada. Meu olho estava vermelho e ardia. Resolvi tentar dormir. Consegui depois de muito tempo.

Dia 12 (05/04/2011)

Acordei às 8h com o olho ainda vermelho e ardendo. Pinguei os colírios e deitei novamente, dessa vez escutando música (detalhe irrelevante, sei). Peguei no sono e acordei novamente lá pelas 10h30. Me espantei um pouco porque a ardência havia praticamente parado e o olho já não estava mais vermelho. Por que diabos havia ficado a noite toda assim e em pouco mais de 2 horas resolveu parar?

A dor havia passado mas notei algo novo: minha pálpebra estava um pouco inchada. Li relatos de gente com pálpebra inchada após a cirurgia mas não havia ainda acontecido comigo. Menos mal do que aquela dor.

Passei o dia todo de bobeira, a maior parte do tempo deitado. A visão estava do mesmo jeito que o dia 10 e sentia um pouco daquele incômodo de lente raspando.

Dia 13 (06/04/2011)

Lente ainda incomodando mas sem dor. Sem mudanças na visão.

Dia de exame pela manhã.

A médica examinou meu olho e deu uma boa notícia: o epitélio estava cobrindo o olho. Iria retirar a lente e ver como ficava. Novamente pingou um colírio anestésico e retirou a lente com uma pinça. Em seguida examinou o olho novamente. Me pedia para olhar para cima, para baixo, piscar e eu obedecia. Quando começou a pedir para piscar, depois piscar de novo, trocar a cor da luz do microscópio de uma cor para outra, comecei a ficar desconfiado.

Não deu outra… Tirou o microscópio da minha frente e começou a explicar:

O epitélio estava formado. Ela não deixou claro se havia estava bem aderido, mas entendi que sim. No entanto, havia uma pequena parte (pelo desenho que fez, bem pequena) parte que tinha uma estrutura que entendi como uma discreta protuberância no epitélio e que se retirasse a lente poderia causar incômodo. Resolveu então fazer um teste: aguardar o efeito da anestesia passar e ver como sentia.

Fiquei aguardando algum tempo na sala de espera. Pude perceber o efeito do anestésico indo embora quando aos poucos sentia como se houvesse algo raspando em minha pálpebra ao mover o olho. A sensação foi ficando cada vez mais desagradável enquanto voltava a sentir meu olho.

Logo fui chamado ao consultório novamente e aguardei alguns segundos sozinho lá dentro até que a médica voltou acompanhada do cirurgião que havia me operado e mais 3 outros médicos (creio que residentes). A médica expôs o caso ao cirurgião e ele então explicou que em alguns casos, o epitélio é de fato bem mais frágil, o que exige mais tempo de uso da lente, em alguns casos por até 30 dias. Obviamente fiquei assustado com aquela afirmação. Logo em seguida disse que no meu caso provavelmente precisaria de apenas um dia a mais, mas que era melhor deixar dois para garantir. Ele então colocou uma lente zerada e imediatamente a sensação de algo raspando parou.

Voltei para casa um pouco frustrado, mas não como os outros dias pois já não esperava muita novidade em apenas dois dias após a retirada de parte do epitélio.

Há! Esqueci de perguntei sobre a visão dupla aos médicos, pois estava mais envolvido com o outro olho. Irei perguntar quando voltar para retirar a lente. Não sei se é a minha atenção ao efeito, mas sinto que está atrapalhando, principalmente ao ler algo no computador.

Fui para o trabalho lá pelas 11h. Ao longo do dia algo interessante começou a acontecer: percebi que aos poucos a percepção da lente no olho diminuía consideravelmente. Percebi que pela primeira vez o olho esquerdo não incomodava após a cirurgia. Praticamente nem sentia mais a lente.

Dia 14 (07/04/2011)

Até hoje, o melhor dia de todos. O olho esquerdo não incomodou em nenhum momento. Trabalhei normalmente.

A visão dupla continua no olho direito. A tarde um colega me chamou de longe. Ao olhar para ele, vi nitidamente o seu “espírito” o acompanhando.

Será que já posso ter esperanças em retirar a lente amanhã?

Dia 15 (08/04/2011)

Sem incômodos durante o dia.

Finalmente a lente do olho esquerdo foi retirada definitivamente. O oftalmologista que a removeu examinou o olho e disse que o epitélio estava formado, sem aquelas esquisitices que ocorreram antes.

Assim que a lente foi retirada, senti que ao mover o olho algo estava raspando um pouco. Chega a ser parecido com uma coceira. Com certeza dá vontade de coçar enfurecidamente! Vou ter que me segurar por algum tempo.

A visão não está legal mesmo, mas dá para viver… por alguns dias.

Falei para o médico sobre a visão dupla. Quando disse a ele, notei que ele não esperava aquilo. Após algum tempo, disse que teríamos que aguardar até a revisão dos 45 dias e que provavelmente era mesmo por conta da cicatrização.

Dia 16 (09/04/2011)

Sábado. Ao longo do dia aquela sensação de algo raspando foi passando. Durante a noite quase não sentia mais.

Visão dupla no olho direito do mesmo jeito.

Dia 17 (10/04/2011)

Domingo. Visão do olho esquerdo melhorou um pouco. Olho direito na mesma.

Dia 18 (11/04/2011)

Visão do olho esquerdo melhorando. Dá para perceber que o processo todo levará ainda alguns dias e que está indo em um ritmo mais ou menos estável.

A noite resolvi pesquisar um pouco mais sobre a visão dupla. Li que dependendo da coisa pode levar bastante tempo para passar ou simplesmente ficar por aqui para sempre. O negócio é esperar.

Bom, não espero grandes mudanças mais diariamente. Portanto, de agora em diante vou atualizar este post só se houver novidades…

Até lá.

Revisão dos 45 dias – visão 20/20 (09/05/2011)

Durante a espera entre o dia 18 e a revisão, fiquei aguardando e não mais prestando tanta atenção nos efeitos malucos. Mesmo assim, eles insistiam mostrar que estavam lá. A boa notícia é que, de fato, estavam diminuindo. Bem aos poucos, mas diminuindo. O engraçado é que esses efeitos não impedem que tenha uma visão ótima em alguns momentos. Em situações com bastante luz, a visão fica perfeita. Quando a luz diminui, os borradinhos aparecem. É muito simples perceber também que a intensidade deles é proporcional à secura dos olhos. Nos dias que exagero no trabalho, percebo mais claramente os problemas.

Mas vamos à revisão… Cheguei no HOB e fui rapidamente atendido. A oftalmologista que me atendeu foi a mesma do dia 7, bastante atenciosa. Ela logo fez o exame para ver se tinha sobrado algum grau. Pude ver nitidamente as linhas 20. Fiquei animado e então perguntei se havia letra menor. Ela então me mostrou a linha 15… tive que ficar calado. Das 4 letras, reconheci 1 apenas. De qualquer forma, se conseguisse, seria uma visão melhor do que o normal.

Então ela ainda tentou alguns graus para ver se melhorava ainda mais. Não notei difereças (a não ser para pior em alguns casos).

Resumindo, meus graus estão realmente zerados. Isso é muito bom :-).

Então falei sobre a visão dupla em um olho e os borrados no outro. Ela afirmou que acha que esses efeitos irão passar em alguns meses. Disse que os casos que se mantém com problemas geralmente chegam aos 45 dias em situação muito pior que a minha.

2 meses

15 dias após a revisão percebo que aos poucos os efeitos vão diminuindo. A visão dupla do olho direito foi aos poucos se tornando um pequeno borrão, no estilo do olho esquerdo, mas menos acentuado. É como se você pintar uma bolinha com uma caneta esferográfica e passar o dedo em cima antes da tinha secar. No olho direito, esse borrão já é muito pequeno e direcionado para a esquerda e um pouco para baixo. No olho esquerdo, são três caminhos: um na diagonal para a esquerda e para baixo, outro diretamente para baixo e outro também diagonal para a direita e para baixo. No olho esquerdo, os borrões são mais longos. Em ambos os olhos esses efeitos já são muito mais discretos que antes.

Ah! Estava quase esquecendo… A lubrificação nos olhos ainda não está ok. Tenho ainda que pingar Oftane várias vezes por dia. Mas por isso eu esperava. Sei que há pessoas que levam até 1 ano para voltar ao normal e isso incomoda pouco.

137 Responses

  1. Claudia disse:

    Olá pessoal, compartilho e me solidarizo com vários depoimentos aqui de vocês… no meu caso em específico, eu tinha 5 grau de miopia nos olhos, e hoje estou no 8º dia de recuperação da cirurgia (método PRK), e embora eu não sinta mais dor e nenhum desconforto nos olhos, minha vista ainda está meio embaçada, e meu médico explicou que “provisoriamente” estou com um pouco de astigmatismo, em torno de 1 grau nos olhos, causado pela pressão exercida pela lente, que ficou 7 dias e foi retirada ontem. Ele disse que a curvatura interna do olho irá se estabilizar aos poucos, e esse astigmatismo provocado irá se extinguir.
    Creio que minha experiência não está sendo das piores, mas também não foi das melhores, pois os meus 2º e 3º dias de recuperação foram simplesmente terríveis: os olhos ardiam bastante, a sensação de areia nos olhos era muito forte e, pior, inevitavelmente meus olhos lacrimejavam de dor, e as lágrimas salgadas faziam arder mais ainda. Até a sensação de luz era insuportável. Chegou ao ponto de eu suplicar ao meu médico que não estava aguentando, e ele passou um outro colírio anestésico, que foi um verdadeiro “milagre” pois em poucos segundos de aplicação, eu não sentia mais nada. Mas esse pesadelo foi só no começo, poucos dias depois de fato as coisas foram melhorando. Minha única preocupação para o momento é a vista “embaçada”, que segundo o meu médico – e assim espero – irá melhorar, afinal, estou apenas no 8º dia.

  2. Aline disse:

    Tenho o grau muito forte e gostaria de fazer a cirurgia, mais não tenho plano de saúde. Alguém sabe quanto custa a cirurgia refrativa do HOB?

  3. Ângela disse:

    Fiz a minha cirurgia em 06/05/2014, e ao contrário, que muitos falam não sofri tanto…fiz a técnica PRK e depois da cirurgia fui para casa de óculos escuros e fiquei no meu quarto com as cortinas e olhos fechados. Meus olhos não ficaram vermelhos o que tive foi uma sensação de areia no primeiro dia e lagrimejamento, que melhorava quando pingava o Nevanac…nos primeiros 10 dias não assistia TV e nem entrava na net…pode parecer bobagem mas preferi não arriscar..depois de 1 mês retornei ao médico e a minha vista esquerda já recuperou 100% e a direita que tinha 3,00 de miopia foi para 1,00 mas irei aguardar pois ainda tenho 2 meses para completar os 90 dias….recomendo esta cirurgia, claro sendo realizado com um profissional!!! Obs: Fiz quando estava de férias.

  4. Ana Carolina disse:

    Bom, fiz minha prk a 6 dias e de perto estou enxergando tudo duplicado, o que é muito triste, porque antes eu enxergava 100% de perto. De longe melhorou um pouco, mas nada substancial que fizesse valer a pena enxergar tão mal de perto. Conclusão se eu soubesse dessa possibilidade não teria feito. Espero que essas visão dupla se resolva o mais rápido possível! Muito triste ????

  5. Filipe Santana disse:

    Fiz a PRK ambas as vistas dia 22/05/2014 tinha -7,25 OD e -8,00 OE . Não senti absolutamente nada quando completei 1 semana e 02 dias de operação a visão ficou perfeita, quando completou 01 semana e 03 dias a vista teve uma piora incrivel não consigo enxergar direito minha vista estar embaçada demais hoje voltei da revisão e constou que estou com +2,75 OD e +2,00 OE estou muito nervoso em relação a isso, nesse exato momento não estou conseguindo ver o que estou digitando.

  6. Miriam disse:

    Oi pessoal fiz tbm minha PRK, hj tem 21 dias o maior problema é não conseguir enxergar de perto pois enxergava muito bem. Alguém já passou por isso? O médico disse q vai voltar aos poucos mais estou muito ansiosa, agora de longe estou vendo excelente.

  7. leonardo disse:

    Olá Cristiano! Poderia me ajudar?

    Fiz a PRK personalizada há exatos 2 meses. A clínica é o Ibol, que é referência no RJ. De três semanas pra cá, não tenho mais sentido melhoras. O médico diz que está tudo bem, mas não me sinto seguro. Tampando meu olho direito, percebi que o esquerdo está com uma visão excelente. Fazendo o teste com outro olho, o direito está com muita visão dupla, inclusive para perto. Evito dirigir a noite por causa disso. Atualmente, só uso colírio lubrificante.

    Você acha esse comportamento normal? Acha que devo procurar outro médico para ter uma segunda opinião?

    Obrigado!

    • cristianok disse:

      Oi Leonardo! Queria poder te ajudar mais, mas sei o pouco que consegui ao longo da minha recuperação. Hoje ainda tenho um pouco de visão dupla e sinto ela bem evidente à noite, principalmente quando dirijo. Não preciso evitar dirigir, no entanto, mas às vezes forço os olhos para poder diminuir esse efeito em algumas situações. Pelo que entendo, pode levar vários meses até que a visão estabilize (com o sem a visão dupla). Se continuar, pode ser que se acostume com ela e passe a não te incomodar tanto. Quando estava me recuperando, notei a visão mas talvez não tanto quanto você. Não cheguei a evitar dirigir, por exemplo. Se fosse eu, nem que seja apenas para me deixar mais tranquilo, faria sim uma consulta com outro oftalmologista. O seu cirurgião não pode se ofender por buscar uma segunda opinião.

      Abraços e boa recuperação!

  8. Carolina disse:

    Está todo mundo comentando, eu tbm vou comentar sobre a minha prk!
    Primeiro, mto obrigada pelo post, me ajudou mto! Está ajudando na verdade! Eufiz a cirurgia na quarta passada, ou seja, 5 dias… E para minha alegria, ontem, domingo, foi o primeiro dia que consegui ficar no claro! Com óculos de sol… e dentro de casa hehe. Fiz de manhã, passei a quarta super bem, mas na quinta parecia que alguém tinha espemido cebola nos meus olhos!! A arderncia durou ate o inicio da noite de sexta. Quando parou a ardencia a sensibilidade a luz ficou e durou ate o inicio da tarde de domingo. Agora estou com a visao ainda embaçada, mas ate hj a lente não me incomodou, a nao set por uma leve coceira as vezes. Espero que dê tudo certo até quarta, quando eu tiro as lentes! E vc, hj, como está a visão e a lubrificação dos olhos??

  9. Bruno disse:

    Acho q o Cristiano morreu pessoal, até agora não postou mais nada, não responde ninguém ‘-‘

    • cristianok disse:

      Estou vivo, sim. Quem você acha que aprova os comentários? 😛

      • Bruno disse:

        uhauhahua aproveitando que está vivo, como está sua visão hoje? Eu fiz a minha PRK há 21 dias e hoje fiz a revisão com a médica que falou que ainda resta um pouco de astigmatismo pra longe. To preocupado com isso, mas o jeito é esperar…

  10. Fabricio Viana disse:

    Otimo Relato, parabens!

    Tambem fiz a minha cirurgia PRK e gostaria de aproveitar o espaço pra deixar minha experiencia.

    Fazem apenas 10 dias que fiz a minha, tambem pelo metodo PRK.
    Nos primeiros dias 4 o desconforto a claridade, e a vista embaçada é normal, mas algo que deu pra surpotar.
    Pra voces terem uma idéia 2 dias após a cirurgia eu fui ao cinema e vi 2 filmes rs.. Estava um pouco entediado de ficar em casa no quarto escuro.
    Enfim, depois de 5 dias quando voltei a clinica pra tirar as lentes, percebi a minha visao emabaçou muito, que me impossibiltava de ler de perto, enxergar de longe e ler placas entao.. impossivel.
    Voltei a clinica no outro dia e a medica me receitou um colirio lubrificante, disse que era um pouco caro (Nao achei pelo benefincio que me trouxe.. R$ 50,00), e eu notaria uma melhora no dia seguinte se eu usasse ele de 4 em 4 horas.
    E foi exatamente o que eu senti, uma melhora muito rapida porem gradativa.
    Como só fazem 10 dias da minha cirurgia eu sinto um pouco de desconforto ao acordar apenas, nos primeiros 15 minutos, mas em compensação eu estou enxergando tudo muito mais nitido (eu tinha astigmatismo), consigo ler e definir as coisas de longe e perto, nao sinto problemas na claridade.
    Nao teve escolha melhor … a sensação de colocar o oculos escuro e enxergar bem tb, eu até sinto que as coisas estao mais coloridas rs..
    Sei que a recuperaçao varia de organismo pra organismo, e infelizmente em algumas pessoas demora um pouco mais.
    Meu conselho é… vai passar, é passageiro o desconforto, e ver em “HD” sem oculos é muito bom!
    Espero ter contribuido de alguma forma… pq assim como eu, acredito que tem muitos que buscam relatos e experiencias pra compartilhar.
    Abs

  11. Carlos Alberto disse:

    Fiz há pouco mais de 20 dias a minha PRK,fiz em Feira de Santana BA,onde moro…

    Fiz no HCOE,hospital especializado pra isso,particular e custou 2200.

    Vamos lá,

    A cirurgia é bem tranquila,apesar da tensão normal de se fazer um procedimento desse.Não dói nada e é rápido,6 min cada olho.

    No primeiro segundo pós operatório já saí enxergando tudo.Nos dias seguintes não senti nada no olho direito,perfeito,sem dor,ardência ou incomodo.(só um pouco de fotofobia).No olho esquerdo eu deixei cair a lente de cicatrização,me fudi kkkkk
    Criou uma ulcera na córnea e doeu e incomodou bastante,me receitaram um colírio e com 5 dias já estava bom,mas passei mal por uns tempos.(10 dias)

    Saldo final,valeu muito a pena,eu usava 9 graus e to vendo quase perfeitamente e olha que são 3 meses pra se recompor 100%.No max usaria óculos só pra ler e olhe lá.

    Eu recomendo!

    • Fran disse:

      Oi Carlos Alberto,
      Também fiz a minha cirurgia no Hcoe aquiem feira dia 26, hoje, 20 dias depois minha visão estä muito ruim por causa da visão dupla (tipo fantasmas) mal consigo ler pois as coisas embaralham e cansa muito… Tô enxergando tipo assim, pra letras pequenas: http://www.hospitaldeolhosdoparana.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/08/double_vision.png
      Você teve isso? Como está hoje sua visão? O médico me disse que é normal estas coisas até os 45 dias ou msm 3 meses… mas estou bem apreensiva e sem conseguir estudar ou trabalhar…

      • MARILENE disse:

        Boa tarde, Fran estou querendo fazer minha cirurgia no hcoe também, já fiz os exames mais estou um pouco insegura, gostaria de saber como esta sua visão agora depois de alguns meses, estão boas mesmo como os médicos prometem que depois de alguns meses tudo fica normal.

    • MARILENE disse:

      Boa tarde, Carlos Alberto estou querendo fazer minha cirurgia no hcoe também, já fiz os exames mais estou um pouco insegura, gostaria de saber como esta sua visão agora depois de alguns meses, estão boas mesmo como os médicos prometem que depois de alguns meses tudo fica normal.

  12. Emiliana Gomes disse:

    Eu queria morrer nas primeiras 8 h, ou matar o medico, foi horrível, fiz a cirurgia hã 6 dias, hj não sinto dor, mas tbem não enxergo. rs
    Ate encontrar este site tava achando q não tinha dado certo, achei q já ia sair da sala de cirurgia enxergando tudo. To super ansiosa, não vejo a hora de enxergar de voltar a dirigir, pois ainda ta td borrado.
    Quando será que começo a ter uma melhora na visão…

  13. debora disse:

    olá pessoal! está marcada minha cirurgia para dia 13/12, PRK só agora fui pesquisar um pouco sobre o assunto já estava com dúvida pois tenho 1,5 de graus( mas me incomodam muito),não sabia de todos esses incômodos pensei q em 2 dias já estava tudo bem etc… mas sinceramente, estou decidida a não fazer mais, pra quê procurar um problema futuro? em tudo a um risco vou ficar quietinha no meu canto boa sorte p/ quem quer fazer e parabéns p/ quem deu certo!!

  14. Sergio disse:

    Fala cristiano! Muito bom achar sua experiencia aqui! Fiz ha vinte dias junto com outro procedimento chamado crosslink!!! To com muita visao dupla! To preocupadao!!! Mas to na confianca q vai melhorar!!!!!grande abraco man,

  15. João disse:

    Fiz minha cirurgia de PRK há exatos 11 dias. Tinha um grau muito pequeno de 0.75 de miopia em cada olho e 0.5 de astigmatismo no esquerdo. Mesmo sabendo dos riscos resolvi fazer. A cirurgia ocorreu tudo perfeito segundo o médico. O pior dia foi 2 dias depois da cirurgia. Nesse dia praticamente nao abri o olho. Ardia muito. Mas no outro dia melhorou. Fora esse dia, nao senti nenhum incomodo. Retirei as lentes sem maiores problemas no 5o dia. Agora vem o que me aflige: a minha visao do olho esquerdo ficou embaçada, ou seja, estou tendo a visão dupla Pra perto eh onde fica mais perceptivel. No entanto, o direito nao apresenta esse problema. Coloquei os oculos de grau para ver como estava a visao pra longe. Para minha surpresa, a visao continua miope, ou seja, com os oculos de grau eu enxergo bem pra longe. Nao sei o que me preocupa mais: se eh o fato de eu ainda estar com miopia ou de estar, alem disso, com a visao dupla no olho esquerdo. Estou muito triste. Sem vontade de trabalhar e bastante preocupado se vou ou nao recuperar pelo menos a visao que tinha antes da cirurgia. Estou frustrado, principalmente porque nao vejo melhor de um dia pro outro. Gostaria de saber se eh normal continuar com o grau mesmo depois de tanto tempo.

  16. João Fernando disse:

    Oi gente, fiz a cirurgia de PRK dia 13/09/2013, hoje estou no 12º pos cirurgia. Minha cirurgia foi muito tranquila, dentro da normalidade, o processo foi muito rapido, hoje estou enchergando bem, mas com um pouco de dificuldade principalmente na frente do computador, depois que retirei as lentes de cicatrização conversei com o Médico, falei sobre essa visão embaçada, ele me disse que é normal, que vai melhorar a cada dia, e isso está acontecendo mesmo, vejo que a cada dia minha visão melhora um pouco. Até agora não arrependo de ter feito, muito pelo contrario, estou satisfeito com o resultado até agora, se alguém quiser tirar alguma duvida no e-mail jfernando@acj.com.br
    Queria perguntar aos amigos, se é normal eu estar com um pouco de dificuldade em frente ao computador, e se por eu estar forçando, isso pode prejudicar minha recuperação ?
    aguardo.

  17. Andreia disse:

    Boa noite a todos!
    Fiz minha PRK na ultima quinta feira 12/09/13, no IBOL/ Rio de Janeiro, hoje estão completando 7 dias.
    A cirurgia em si foi muito rápida e tranquila, o que demora mesmo é a preparação toda (roupas/colírios…) e o cheiro de churrasquinho ACREDITEM rs é verdade. Após a cirurgia o incômodo é realmente ABSURDO, você não consegue abrir os olhos e isso causa um certo DESESPERO rs, bateu até um arrependimento, mas logo logo apaguei, dormi mt pq antes da cirurgia deram um comprimido para q colocássemos debaixo da língua, e isso só fez efeito depois que saí de lá rs. Os tres primeiros dias realmente foram os piores devido a fotofobia que me fazia usar óculos escuro até mesmo para assistir TV, a visão ficava alternando o tempo todo, hora tudo nítido hora tudo embaçado. Mas me mantive em repouso e enfiada dentro de casa até o quarto dia quando voltei a trabalhar. 4º 5º e 6º dias tudo tranquilo, enxergando bem melhor do que antes da cirurgia ( meu grau era 1.75 e 1.5 +- ,não me lembro muito bem… miopia e astigmatismo). Hoje retornei ao IBOL para revisão e retirada das lentes (estava muito ansiosa p isso, pois a lente incomodava um pouco no olho esquerdo, bem mesmo do jeito que o Cristiano citou, aquela sensação de quando voce usa a lente tempo demais. Escutei o medico falando “0.25” para a secretaria, enquanto retirava minhas lentes, porém não me explicou muito bem o que era isso, suspendeu o uso do Zypred e do Acular e mandou usar Predmil e continuar com o Optive UD e voltar daqui a 30 dias para revisão. Minha visão está estranha desde que saí do Ibol, ressecamento total, to pingando o Optive diretooo nem espero dar o intervalo de 1 hra pq não aguento, embaça e de repente volta ao normal, sinto também um incomodo que parece que tem areia nos olhos (vontade de ir lá e pegar as lentes do curativo de volta rsrs tava tão tranquilo enquanto elas estavam aki rs). Bom eu sou do tipo “se é para melhorar devemos ao menos tentar !!” não me arrependo de ter feito a cirurgia e tenho muita fé em ficar com a visão 100%. Desejo boa sorte a todos que fizeram ou farão a cirurgia.
    *Perdoem os erros, o ressecamento está pior agora devido ao uso do computador me atrapalhando a digitar..

  18. Ana disse:

    Ops! Meu grau é 8,0, e não 6,0.

  19. Ana disse:

    Cristiano, gostaria de saber como está a sua visão agora, 2 anos e meio após a sua cirurgia PRK. Ainda tens visão dupla e borrões? Voltou algum grau? Como está a visão noturna? Os olhos continuam ressecados? Tenho miopia grau 6,0 e estou decidindo se faço a cirurgia ou se continuo usando as lentes de contato. Tenho 1,75 de presbiopia, o que me obrigaria a usar óculos para leitura mesmo após a cirurgia de miopia. Fiz os exames de deu tudo ok, córnea com espessura suficiente, mas o médico aconselha o PRK e não gosta do método lasik. Como o médico entrará em férias, terei um tempo para pensar se quero fazer. Achas que vale a pena o sacrifício da cirurgia?

  20. Ana Beatriz disse:

    Minha experiência com PRK foi bem menos traumatizante, não senti nada durante a cirurgia q durou cerca de 5 minutos, somente nervosismo. Ao ler sobre a visão dupla fiquei masi tranquila por que a sensação é que vou ficar pra sempre assim, rs. Mas acredito que aos poucos vai melhorar. Estou no 8º dia do olho direito e no 5º dia do esquerdo. Não senti incomodo nenhum no direito, no esquerdo senti nos dois primeiros dias apenas a sensação de cisco no olho. Ficar na claridade por muito tempo também me deixou com os olhos “pesados”. Melhoras a todas, e q possamos ver o mundo mais nitido.

  21. Dayenn disse:

    Olá. Fiz a minha cirurgia refrativa dia 14/06/2013 e estou no meu 22º dia de recuperação. Meus olhos estão muito sensíveis a luz e ardem muito. Tenho uma visão turva, pior q a de antes até, mas o meu médico disse q é normal. Eu tinha astigmatismo e o meu problema é que no meu trabalho há uma certa resistência em entender a demora na minha recuperação. Confesso que estou mais chateada com isso do que com a demora na minha recuperação. Pesquisei na internet e encontrei o seu blog dando testemunho desse processo que é realmente muito demorado. O meu médico disse q poderia levar 30 dias, mas sinto que levarei mais tempo, infelizmente. Obrigada por compartilhar sua experiência.

  22. Reinaldo Pinto disse:

    Hj completei 27 dias de prk. O que mais me incomoda é a sensibilidade à luz. Nos primeiros dias tive os mesmos problemas da maioria, exceto dor. Tenho olhos verdes e o oftalmologista explicou que por serem claros a sensibilidade à luz era maior. Uso óculos escuros inclusive a noite. Meu olho direito a visão está show, tinha 2,75 de miopia e 2 de astiguimatismo, exames que fiz hj comprovam que meu grau zerou. O esquerdo eu tinha 2,5 de miopia e 2 de astiguimatismo, ele ainda apresenta 1 de astiguimatismo e 1 de hipermetropia. Talvez tenha havido hipercorreção e seja necessário dar uma retocada daqui a 5 meses. Mas isso só dá pra saber com o tempo. A visão do esquerdo melhorou muito em relação ao 19 dia pra cá. Alguém também que tenha olhos claros apresentou está hipersensibilidade a luz? Me diga se tinha astiguimatismo também. Até mais, volto aqui nos próximos dias para relatar minha recuperação. E o dono do site, como está sua visão?

  23. Mayara disse:

    Fiz a cirurgia PRK há 6 dias! Amanhã tiro as lentes, e estou enxergando bem, um pouco embaçado, mas dizem que após a retirada das lentes a visão é perfeita! No entanto, tentando ver somente com um olho, percebi que com o olho direito (tinha quase 6 graus nele) vejo um pouco mais borrado do que o esquerdo (tinha 1,5). Estou preocupada! Fiz a cirurgia com a intenção de não usar mais óculos!
    Se alguém tiver passado por isso e poder me ajudar, agradeço!

  24. gravelina disse:

    eu fiz a minha cirugia a prk posso vos dizer que foi dolorosa e faz hoje um mes e ainda vejo muito mal

  25. Carla disse:

    Olá pessoal
    Eu fiz LASIK quinta passada 09/05 Nãos enti nada, rapido demais a cirurgia, LASIK recomendo – Olho esquerdo já comecei a enchergar muito bem no dia seguinte, mas o olho direito ficou embaçado. Voltei ao consultorio e o oftalmo disse que o FLAP enrrugou e teria que ser submetida a nova cirurgia. 2 dias depois estava refazendo a cirurgia no olho direito porém agora o tal procedimento de PRK. HORRIVEL. Hoje é o segundo dia após o PRK, sinto irritação, dor, não enchergo nada (tudo embaçado) e tenho que ficar pingando 3 tipos de colirios direntes (Acular/ Zymar e Fresh Tears). Estou conseguindo trabalhar porque o resultado no olho esquerdo (LASIK) foi excelente.
    Não aconselho PRK, muito sofrimento e vc fica sem enchergar. A médica diz que vai melhorar, mas se tivesse feito os dois olhos com PRK não poderia nem estar trabalhando, lendo, assistindo TV , dirigindo, nadaaaa. Não enchergo nada com esse olho e essa lente de contato encomoda muito. Hoje terei avaliação, vamos ver o que a médica vai falar. Só espero que esses primeiros dias passem logo e eu consiga começar a enchergar de novo.

  26. Carla Regina disse:

    Cristiano, adorei sua experiencia. Tenho consulta marcada para o dia 14/05, com uma especialista aqui em Salvador. O valor da PRK aqui na clinica que irei fazer é R$ 3.000,00 e posso dividir no cartão. Você esta me tirando altas dúvidas. Vou por aqui também minha experiencia pessoal depois da cirurgia.

    Boa sorte!

  27. josysouza disse:

    Tiago, farei minha cirurgia hj. Acredito q com o msm cirurgião q vc o
    dr Mário Ursulino. Estou super ansiosa e com medo.
    Como vc está hj?

    Abço!

  28. Fabiana Freires disse:

    Olá Cristiano. Obrigada, seu blog me ajudou muito. Fiz a PRK há 16 dias. Hoje estou bem, mas ao dirigir ainda preciso me aproximar das placas para ler o que está escrito. Tinha astigmatismo e hipermetropia não sei o grau certo mas eram em torno de 5 pra mais. Do segundo ao quarto dia foram os piores e a visão ruim, embaçada, olhava no espelho e não conseguia me ver nitidamente. Dava um certo desespero, me questionava se iria melhorar. Foi então que encontrei você e vocês todos, e fiquei mas tranquila sabendo que esse era o caminho da recuperação. A lente foi retirada no sexto dia, após uma hora a dor veio horrível.
    E parecia que tinha areia. No dia seguinte senti que a visão tinha regredido. A médica disse que era normal, o cérebro está reaprendendo a ver. Uma alegria que tive foi ir ao cinema no 15 dia e ler a legenda sem os óculos.
    Paz e bem a todos! E ótima recuperação!

  29. Andressa disse:

    Oi, Tiago (que fez o comentário de janeiro 25th, 2013 – 02), qual foi o médico que te operou? Moro em Aracaju e me consultei com Dr. Mário Ursulino, tudo indica que farei a cirurgia em maio, mas ainda não me sinto segura para o procedimento.

  30. Ana disse:

    Pessoal, preciso de ajuda.. tenho cirurgia marcada para 18/04.. e viagem marcada dia 10/05..
    minha pergunta é.. vocês me aconselham fazer? já questionei o médico.. ele disse que é tranquilo.. que posso fazer e ir viajar.. mas lendo esses milhoes de posts.. fiquei preocupadíssima… pq se tiver algum problema.. não estarei no país…
    estou bem cabreira tbm pq morro de medo de dar complicações e eu perder a visão…
    Alguém me socorre??? rsrsrs

  31. ARALINE V.B.CASSIANO disse:

    Por favor, gostaria de saber se tem alguém na mesma situação. Fiz a cirugia PRK a mais de cinco anos e até hoje sofro com dor nos olhos ao abrí-los após acordar, é uma dor terrível, tenho que fechar novamente e massagea-los, creio que deve ser por muito ressecamento, costumo coçar muito os olhos, me dêem alguma dica ou algum colírio que possa ser usado direto para evitar esse tipo de incômodo. Minha filha tem muita vontade de ficar livre dos óculos e lentes, mas no momento não recomendo pra ninguém.

  32. Ana Paula disse:

    Boa noite. Tenho 5.75 de miupia e a médica indicou essa cirurgia prk, porque tenho córnea fina, mas depois desses comentários, fiquei com muito medo e receio de fazer essa cirurgia. Quem já fez, poderia informar o tempo que levou para enxergar bem e sem dores ou incômodos? Obrigada! E a todos que fizeram, desejo melhoras e que em breve suas visões estejam perfeitas.

  33. moises alecsander disse:

    fiz o prk a 1 mês criou uma pele cicatrizante que me esta causando miopia.

  34. Thiago Reimann disse:

    Estou enchergando perfeitamente, porem não me dou bem com ar condicionados. Quando fico esposto muito tempo, sinto as vistas pesadas, porem não piora a visão, apenas canso.

  35. Ualison disse:

    Galera fiz a cirurgia em Dezembro de 2012, a tecnica usada foi a lasik, a cirurgia teve uma duração de 10 minutos nos dois olhos foi muitooo rapido.. ja sair do centro cirurgico enxergando so que embaçado… fiquei com as vistas embaçadas por umas duas semanas.. quase tres… a recuperação foi maravilhosa.. super tranquila mesmo.. em relação a essas pessoas que falam mal da cirurgia.. axo que cada pessoa tem um tipo de recuperação diferente, pois afinal sao varios organismos diferentes.. mais aconselho a todos que querem e ja fizeram os exames que antecedem a cirurgia e deu tudo certinho, a fazerem pois foi a melhor coisa que ja fiz na vidaa…..
    Abraco.. Boa sorte

  36. Samira disse:

    Ola pessoal. Antes de fazer minha cirurgia, li os relatos aqui e fiquei muito assustada. Conversei com meu oftalmo, ele me acalmou e explicou o motivo de fazer um olho de cada vez, peça isso ao seu medico pq fez toda diferença. Hoje, estou no terceiro dia apos a cirurgia do primeiro olho e esta tudo ocorrendo muito bem.

  37. Junior disse:

    Pessoal Fiz a Cirurgia PRK dia 15/02 No centro de cirurgia refrativa Laser Campinas hoje dia 23/02 pelo que li estou super bem tirei a lente no terceiro dia, ainda não estou encher-gando 100% mas pelo que li isso vai levar alguns dias ou meses até cicatrização rs rs fé em Deus e bora esperar mais um pouco. . . tenho 21 anos uso óculos desde meus 3 anos de idade! Hoje se sentar na primeira carteira na faculdade já consigo copiar a matéria isso era impossível rs rs boa sorte pra todos. . .

  38. aloisio disse:

    fiz ceratotomia radial há 20 anos , tinha 6,50 miopia hoje to com 1,25 astigmatismo e 1,00 hipermetropia tem um medico aqui em sao jose do rio preto diz que posso fazer prk mais nao tenho coragem voce conhece alguem com esse histórico?

    • Elias disse:

      Caro Aloisio,
      Tambem fiz a 23 anos atras este metodo, comecei a ter dificuldades na visão somente em 2011, para perto, e foi piorando a ponto de ter dificuldades no dia a dia, segundo os medicos isso se da a todos que fizeram este tipo de procedimento com bisturi, então por recomendação da médica fiz Crosslink em 2013 no dois olhos, fique com 2 graus para longe e 4 para perto. Me decepcionei, mas minha visão se estabelizou, assim por orientação de outros 4 medicos que consultei, recomentaram PRK personalizado, por causa das aberações da visão, agora em 12/02/14 fiz no olho esquerdo, estou confiante, minha visão melhorou bastante, mas estou me recuperando ainda um pouco sombreada e embaçada, a melhora vão aos poucos, provavelmente apos o carnaval faça o olho direito.

      • aloisio disse:

        Ola , Elias gostaria de saber como esta a sua visao agora? voce ja fez a do olho direito ? como esta ? Estou pensando em fazer……………

  39. thiago disse:

    Fiz prk tem 2 dias! Não senti dor e a visão ta razoável para boa! Estou de repouso usando systane optive ud e zipred! Até agora satisfeitos

  40. Thiago Reimann disse:

    Só para constar, fiz a revisão ontem dos 45 dias e já tenho visão 20/20, na verdade estou enchergando melhor do que poderia enchergar 100% com o oculos, antes da cirurgia, com a lente atualizada minha visão era 20/25. Sendo assim estou muito satisfeito com os resultados, pois possuia 9,5 graus no meu olho direito e 6,5 graus no meu olho esquerdo. atualmente minha visão esta oscilando entre 0,25 e 0 graus…Abraço e boa sorte para quem se arriscar em fazer.. :)

  41. DEBORA disse:

    Obrigada por ter relatado isso dia a dia, amanhã 26/01/13 faço a minha, estou um pouco anciosa, mas um pouco mais ciente do que pode ocorrer, achei muito valido.

  42. Tiago disse:

    Galera! Complementando o meu post anterior: as recuperações são muito pessoais. Quem está com problemas de visão dupla e tal deve ter paciência, tudo deve passar dentro de meses. Meu mano fez a cirurgia há anos e me falou que ficou por quase um ano vendo halos nas luzes, mas hoje está 100%, cerca de 10 anos depois.

  43. Tiago disse:

    Olá! Sou muito curioso e detalhista com tudo, principalmente quando se trata da minha saúde. Já vinha querendo fazer a cirurgia refrativa há algum tempo, mas acomodado com as lentes (depois que descobri as tóricas que corrigem muito bem o astigmatismo que tinha além da miopia, abandonei os óculos de vez), pensando nos gastos e um medinho de leve, acabava sempre adiando. Mas com minha rotina frenética, ter que colocar e tirar lentes todos os dias, além de usá-las por cerca de 15 horas/dia (além do recomendado), tornou-se algo realmente muito incômodo, um pé no saco mesmo. Como moro em Brasília, ia fazê-la lá mesmo, num dos melhores centros do país. Mas ainda bem que não fiz, pois me fariam a Lasik e minha indicação era claramente para PRK, pois já fiz laser de argônio na retina para evitar descolamentos futuros e devido à elasticidade da minha córnea. Só descobri isso quando fiz os exames pré-operatórios com o meu excelente oftalmologista de anos, na minha cidade (Aracaju), que é referência em oftalmologia no Nordeste.

    Deixando as delongas de lado, vamos ao que interessa: o resumo da mina experiência. Hoje faz exatamente nove dias da minha PRK. Estava muito apreensivo antes de fazê-la, porque os resultados das minhas pesquisas na net não foram nada animadores. No dia da cirurgia, nervoso pra K… fui à clínica acompanhado de meu pai, que é médico e acompanhou tudo de perto. Fiz o procedimento à noite. É super rápido, os pré e pós demoram mais que o laser em si. Tudo levou cerca de meia-hora. Durante a cirurgia, não se sente absolutamente dor alguma, é tranquilo seguir a luzinha (apesar de eu ser irrequieto demais e nervoso o cirurgião falou que eu cooperei 100%), o cheirinho de churrasco (é real) assusta um pouco, e a parte do soro gelado, que ele me disse que seria o mais incômodo, foi uma delícia! O pior de tudo é que até terminar você não sabe se vai levantar enxergando. Mas quando você sai dos aparatos e percebe que está enxergando, ufa! que alívio! Te põem aqueles protetores de acrílico que atrapalham a visão, que na verdade estava relativamente boa (percebi quando levantei as tampas para pingar os colírios). Simbora pra casa! Pensava: nossa! Tudo tranquilo demais. Quase pulava de alegria!

    Decorridas umas duas horas, começa a doer e incomodar pra K… mesmo! Sério! E a dor e o incômodo continuam fortes por 3 dias, você mal consegue abrir os olhos e não pode pingar anestésico. As idas às revisões iniciais eram maravilhosas, porque o médico pingava um anestésico só para examinar. Que trégua, apesar de breve. Nos 3 primeiros dias o jeito foi tomar Celebra, Lexotan e dormir. Pois não eram exageros os posts dizendo que parece que há areia, pimenta e arame nos olhos (mas dá pra suportar!)

    No quarto dia, inacreditavelmente a dor desapareceu totalmente, permanecendo só um leve incômodo. A visão já estava relativamente boa, de modo que conseguia usar o PC e assistir TV, mesmo com certa dificuldade. Hoje, 9 dias depois, minha visão está quase 80% restabelecida, consigo dirigir de boa, ler (ainda com um pouco de dificuldade para letras pequenas ou de longe), nada de visão dupla, fantasmas ou algo do tipo (aliás, não tive essas coisas hora nenhuma).

    A minha cirurgia foi com o Excimer laser Alegretto (máquina alemã, moderna, que dizem ser uma das melhores do mundo), guiada pelo exame Pentacam. Paguei R$ 3 mil (com desconto, pois seria R$ 4mil), fora os exames que os convênios não cobrem e os colírios que custam salgadinho.

    Resumo da ópera: estou muito feliz, córneas já quase 100% cicatrizadas e com uma visão já muito boa para apenas 9 dias (os primeiros testes de acuidade mesmo só devem ser feitos a partir de 60 dias depois, pois a recuperação é meio lenta mesmo com PRK). Valeu muito à pena!!! É maravilhoso enxergar as belezas do mundo e da vida sem óculos ou lentes! Aconselho aos duvidosos que vão em frente. Foi bem fácil e melhor do que eu pensava! Abração e boa sorte!

    Obs: muita gente não entende os incômodos, porque a maioria dos pacientes podem fazer a Lasik, que não incomoda nada no pós e tem recuperação bem mais rápida. Mas no final os resultados sãos os mesmos! O meu médico me explicou tudo isso antes.

  44. Thiago Reimann disse:

    Tem 1 ms que fiz a cirurgiaa, estou bem, mas o ar condicionado me incomoda bastante. Um ambiente sem ar condicionado é um alivio.kkk..sinto meu olho direito mais seco…Meu olho esquerdo esta perfeito, melhor do que com o oculos e o meu olho direito ta a mesma coisa que com o óculos, porem nem se compara com meu olho esquerdo que por sinal esta perfeito em todos aspectos, tanto em não ter secura nele e tento uma qualidade muito superior que nunca tive antes…Acho que dá pra ficar melhor sem duvidas! Não me arrependo de ter feito a cirurgia! Não sindo irritação a claridade mas não me arrisco em expor meus olhos a luz solar natural…No mais esta tudo tranquilo, não nenhum efeito colateral kkkkk graças a Deus…to enchergando melhor que com o óculos…e estou feliz com os resultados! Pra mim particurlamente valeu a pena cada centavo! Mas não deixem influenciar por minha opnião!

  45. DANIEL disse:

    Oi, Kelly Resende tudo bem? Espero que esteja melhor, gostaria de manter contato com vc pelo fato de ter feito a prk, gostaria de colher mais detalhes sobre a sua cirurgia. Estava prestes a realizar mais confeso que estou com um pouco de medo em realizar o procedimento. Se for possivel gostaria de manter contato com vc. Meu e-mail é daniel.evanger@yahoo.com.br. Aguardo um contato ate mais fica com Deus.

  46. Thiago Reimann disse:

    Bom, fiz minha prk dia 17/12/2012, minha recuperação eu diria que foi engraçada, não tomei remédios para dores ate o dia da retirada da lente! Na verdade não senti nenhuma ardência e nenhuma areia nos olhos, fiquei ate surpreso por isso…Afinal de contas nunca havia usado uma lente na vida e a sensação era de não esta usando nada, nenhuma areia nenhuma ardência e nenhuma vermelhidão..nada!…No primeiro e no segundo dia eu enxerguei tudo variado entre razoável e ótimo…no terceiro dia acho que o flap estava se criando, ai fiquei umas 6 horas no dia com uma mancha branca nos olhos ao olha no espelho, e uma visão beemmm borrada…kkk…mas a noite já tinha ficado bem razoável….no quarto dia não vi diferença e no quinto retirei a lente no qual a doutora disse que esta beeemm cicatrizado….ai passaram umas 3 horas e senti uma leve dor de cabeça e uma sensação de areia nos olhos…tomei remédio para tirar a dor e dormi….no sexto dia em diante não senti mais nada de areia e nem dor…mas meu olho esquerdo esta ótimo e meu olho direito esta fraco para perto e para longe, como se tivesse borrado e imagens multiplicadas….de la para cá notei melhoras simbólicas, na verdade muito lentas, outro detalhe é que não senti a tal da irritação de claridade…mas não me arrisco em andar no sol sem óculos escuro e estou mantendo as janelas fechadas para não entrar raios UV por motivos de prevenção….acho que o que me ajudou, foi o motivo de estar de ferias, então fiquei 80% do meu tempo dormindo ou de olhos fechados durante a primeira semana…queria que meu olho direito fosse como meu olho esquerdo, mas nem se compara….creio que seja difícil conseguir igualar essa capacidade de enxergar…no dia que cirurgia ocorreu, tremi muito e estava muio nervoso na hora de operar o olho direito, não se se isso interferiu no laser…Mas como tinha 6 graus de miopia e também um alto grau de astigmatismo, ate o momento valeu a pena, o que vier de melhoras será lucro! Só queria deixar claro, que estou enchergando melhor que o óculos, mas meu óculos estava defasado em 0,5 graus e outro detalhe é que meu olho direito era pior que o esquerdo antes da cirurgia…Minha opinião que é que valeu a pena o sofrimento ate o momento porque estou enxergando melhor, mas não ficou perfeito meu olho direito….Acho que quem tem pouco grau, não vale a pena o risco…Se tivesse 1,5 graus para baixo, não me arriscaria! Mas como meu grau era alto, arrisquei e deu certo graças a Deus e a um pós tranquilo. Qualquer novidade posto aqui! Sucesso a todos que se ARRISCAREM!

  47. marcelo correr disse:

    olho é mais forte que o outro ,,,,….. sinto diferença seria queria saber quanto tempo demora para voltar ao nomral

  48. marcelo correr disse:

    ola por favor me ajudem fiz a lasix a 45 dias e meu olho esquerdo ta coçando e seco e avbiao fica mais fraca que o outro olho , o medico disse estar otimo , mas sinto q

  49. Kelly Resende disse:

    Ah, esqueci de dizer que senti muito incomodo durante a cirurgia, na hora da raspagem. Não sei dizer se foi uma dor forte, mas foi uma sensação péssima. E até hoje o ressecamento permanece, apesar de já ter melhorado. Assim, estou igual a Cintia que comentou acima, se alguém me pede opinião sobre essa cirurgia eu respondo: não recomendo! Ainda mais que conheço um monte de gente que fez a Lasik e não teve nenhum problema, não sentiu dor, não teve problema na recuperação e ainda por cima está há anos enxergando bem.

  50. Kelly Resende disse:

    Olá, fiz minha PRK há um ano e minha experiencia não foi muito boa. Sofri muito nos primeiros dias, muita dor e extrema fotofobia, na hora de pingar os colírios eu chorava de dor e não suportava a pouca luz do meu quarto, foi terrível! Por outro lado não tive problemas na cicatrização, tirei as lentes no tempo certo e aos poucos as coisas foram melhorando. Na minha ultima revisão meu grau estava zerado, mas infelizmente hoje, apenas um ano depois, já sinto que não estou enxergando bem. Estou bem triste com isso, pois passei por tudo isso e acho que em breve já terei que voltar aos oculos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Translate »